segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Parte 2- resíduo, não é lixo.

Uma das principais preocupações do Projeto Transforma a Terra é promover transformações perceptíveis, ou seja, a praticidade da aprendizagem através da percepção das modificações ocorridas, de forma natural e em um meio ambiente qualquer.
A provocação de condições favoráveis de transformação torna todo um processo natural em pedagogia, onde os artifícios disponíveis são utilizados para fomentar perguntas, histórias, discussões e percepções, gradativamente, ao tempo do senhor da educação, o Tempo.
Diferente das atividades às quais pesquisei, acredito que não há um processo de conscientização que ocorra de uma palestra específica, de uma campanha pensada em atitudes isoladas, considero a conscientização um processo de formação de hábitos, construído de pequenas ações, de pequenas visualizações e de forma constante.
Assim, a Conscientização Ambiental é um processo que acontece da "constante" introdução do sujeito humano na pedagogia da vida, dos processos de transformação ocorridos em uma área cujas provocações ocorrem de forma natural e antrópica. Aqui escolhemos os pátios de duas escolas, dos quais utilizamos como artifício de experimentações, transformações e conversações, onde a prática assistida nas literaturas descrevem os caminhos e ações, e nós buscamos, apenas, agregar métodos de utilização destes.
Para que exista a conscientização da forma como pensamos, adotamos a consciência de que, "tudo ocorre à seu tempo", pois a natureza continua senhora das transformações ocorridas na Terra. Forçar resultados significa manutenção de práticas promotoras de ideias, o que resulta em continuidade do processo de conscientização fracionado que assistimos. Dentro deste pensar, utilizamos dos fatores espaciais e temporais para a promoção das ocorrências naturais, passivas de estruturar um processo de pedagogia primitiva. Acreditamos que a natureza provoca visualizações que o tempo explica.
Assim demos o primeiro passo, utilizando de uma condição antrópica- lixo + solo= processo de eliminação ou finalização altamente poluente- e uma condição natural- Resíduo + natureza = processo de reciclagem evolutiva da matéria, ou Criação.
Nessa primeira etapa, trabalhamos a possibilidade de ocupação do solo, a destinação dos resíduos orgânicos gerados nas instituições e a conscientização quanto a não existência do lixo. O fator de transformação de área está concluída, a partir da ocupação das áreas improdutivas.