segunda-feira, 4 de junho de 2012

Dia do meio ambiente.

Como toda data especial, 5 de junho não poderia passar em branco. Pensemos no quanto somos ecológicos, nas maravilhas que a natureza compartilha conosco a cada instante. Como minha cidade ainda é  pequena, com bom apelo ecológico, temos o privilégio de desfrutar de algumas maravilhas que nem sempre são notadas no nosso corre corre do dia a dia, mas que vale a pena parar por alguns minutinhos para observar, como essa pequena árvore que brotou em um vaso no meu quintal, meu xodó há pelo menos um ano, e belezas mais, que venho colecionando em imagens, mesmo que bem amadoras, desde que descobri o quanto vale ser simples, e o quanto de tempo eu já perdi em meus 45 anos de omissão.













Mesmo que não seja possível plantar uma árvore, que não seja possível reverter os males que causamos de forma imediata, mesmo que a correria nos atropele, tire uns minutinhos para observar a aquilo que a natureza nos oferece. Não é necessária tanta intervenção para que a natureza surja e repovoe as áreas urbanas, basta termos consciência dos nossos atos e dos males que eles proporcionam. Somos parte da vida, da construção das maravilhas da Terra, temos a obrigações por sermos guardiões das riquezas que ela nos dá, e entre estas está a de zelar pelos nossos quintais, pela nossa rua e nossa comunidade. Cada um cuidando do seu espaço, teremos cerca de 7 bilhões de pequenas áreas preservadas, povoadas e equilibradas. Usemos a nossa racionalidade em favor de nossa existência e da permanência dos belos momentos que a natureza nos proporciona.
Uma bela narrativa para esse dia. "A árvore de minha rua." 
http://furabolha.blogspot.com.br/2012/06/arvore-da-vida-e-verde.html.
Bom dia do meio ambiente, sem medo de ser ecológico, sem medo de ser simples!