quarta-feira, 13 de junho de 2012

Só para pensar.

Quando pensamos na simplicidade, pensamos nos detalhes da criação.
As vezes primitiva, que se adapta ao ambiente, as vezes básicas em suas formas.
Mas complexa em sua engenharia, divina e esplêndida, simples e perfeita, bela e elegante.
Um mecanismo de criação que se desenvolve como no seu início, uma receita primitiva mas exata.
Que molda e modifica as paisagens, transforma os materiais, que vive e possibilita a vida.
Que mescla cores e odores, que aguçam os sentidos, que vislumbram.
Quantas vezes parecem artificiais, imitando a criatividade humana.
Quantas vezes imperceptíveis aos olhos do homem, minúsculas mas presentes.
Participando do processo e transformando a matéria.
Atraindo mais vida, multiplicando, diversificando.
Apenas existindo, vivendo, compartilhando o meio.
Quando podemos tocar, sentir a textura, compartilhar em nossa existência. 
Apenas pensamos, em nossa imensa sabedoria... Tão pouco fazemos!
Que cada criança aprenda com as nossas palavras, mas que tenha consciência das nossas ações, e que não fale somente, mas atue.