quinta-feira, 19 de julho de 2012

Uma constatação.

Sempre acreditei no sagrado feminino da Terra, na fecundidade e na beleza da força da criação. 
A tempos venho coletando imagens da criação, na transformação da terra em brotos, flores e arbustos. No final de semana, coletei algumas imagens para compor um post, mas confesso que não soube argumentar, hoje, não vou argumentar, até porque não tenho como, mas as imagens falam por si, fecundidade, amor,  dedicação, beleza e a criação, um singelo retrato da vida.