quarta-feira, 18 de julho de 2012

Transforma a Terra- fundamentos.

Quando pensei em uma proposta de conscientização ambiental voltada para a processo de transformação do "lixo" orgânico em produto de aprendizado e inclusão social, pensei também na necessidade de inclusão de outros atores. Assim surgiram as primeiras parcerias, e os primeiros entraves também.
Transforma a Terra é um projeto que está querendo tomar forma, um projeto de integração. Pequenas atitudes vem contribuindo para o andamento das propostas, não há distinção de pessoas e possibilidades, mas tudo acontece de forma lenta, moldando as paisagens.
Integração é isso, pequenas participações que se fizer unir ao conjunto, que passam a pertencer à base funcional. Sou consciente de que não há conscientização que se faça a partir da revolução, mas sim pequenas evoluções que se sobressaem e que incorporam novos processos de evolução.
Quando pensei na compostagem, pensei na transformação do resíduo que seria integrado ao solo em forma de adubo. A sua transformação é lenta, é um processo de inclusão de agentes microscópicos e de insetos, é um processo de evolução de colonias e de desmonte gradual da matéria orgânica.
Também pensei na ocupação do adubo no solo, na modificação do perfil deste e na evolução da sua fauna, na evolução da flora que também foi pensada em conjunto, na produção de verduras, frutas e legumes. Como se vê, agentes são introduzidos á cada período do processo, sendo que não somente participam do processo, mas são integrados, passam a fazer parte do meio, interligados e interdependentes.
Transforma a Terra é um projeto de transformação que busca estar integrado ao meio onde está sendo desenvolvido, faz parte do meio e o meio faz parte do projeto. Assim, trabalhamos dentro dos limites de capacidade de transformação natural, dentro dos limites de absorção dos trabalhos, ocupando o solo e mudando o seu perfil, cultivando o solo e promovendo a sua recuperação, buscando integrar atores e tentando fazer das participações, integrações. Transforma a Terra é um projeto aberto, em busca de novos caminhos, não tem um criador senão o bom censo, não tem executores senão aqueles que querem mudar o modo de pensar e não tem exclusões senão o lixo. Transforma a Terra é o início de um conjunto vivo que busca favorecer a permanência da vida em toda a sua integridade.